segunda-feira, 29 de junho de 2009

Campo energético - Senhor do Portal


Campo – Senhor do Portal.

Há consciência que emoções e pensamentos são energia.
Ao se tomar consciência que a energia do coração da à neutralidade e trás o discernimento. E a Entrega é um ato de Religação e Confiança, consciente.
Percebe-se que cada ser tem seu Campo Energético, campo formando dessas energias.
O cuidado e zelo para com o campo pessoal, é ato diário.
Assim é o campo pessoal.
Há a Lei: colhe-se o que se planta. Ação e Reação.
Que por si atrai a colheita.
Onde há o Meio seguro: energia coração.
Proporcionar a si um campo vibratório que realmente é seu.

Quantos viajantes vagam sem pisar terra?
Como que suspensos, pois pisar “parece” dor.
E a dor não esta no pisar terra. As dores são de marcas emocionais.

Falamos em Peso e Medida.
Por séculos, para viajantes aqui estarem foi necessário o “peso”, que diante de “medidas” – ato de se reequilibrar.
E em tempo estamos dentro desde momento: pesos retirados, diante de medidas-ações realizadas.

O campo pessoal, qual natureza.
O que colocaria dentro de sua terra ou casa?
Perguntar a mente racional, ela ira, com todo direito que lhe pertence, procurar as necessidades básicas de seguranças matérias. E isso também faz parte.
Sentir o que colocaria emocionalmente, gera muitos desejos. E isso também faz parte.
E diante disso tudo entra a energia-sintonia coração.
O que colocaria, harmonicamente, dentro da sua terra ou casa?
Levaria algo que lhes tragam densidade?
Muitas vezes sim, cabe a si mesmo sentir o abrir de porta.
É você permanece na casa.
O campo é seu.
Ao se estar na energia coração-amor é Luz.
Qual um interruptor, ao tocá-lo para acender a luz de um ambiente, a luz não chega gradual, simplesmente Ascende. Embora para a mente seja um processo fracionário.

Consciência: Luz acessa.
Luz acessa num ambiente permite que se veja e se sinta.

A ação torna-se um ato sentido e entendido.
Ou seja, o campo pessoal passar a ser uma responsabilidade própria.
Por mais movimento que se tenha, por mais pessoas que encontre.
A harmonia do campo é sua.
Ate onde um pensamento pode adentrar? Onde o medo o leva?
Ate onde se permite.

7 comentários:

Morham disse...

E ao abrirmos porta pelo DNA..mais confuso mas não impossível não é assim?

António Rosa, José disse...

Gostei muito, sobretudo da sua linda explicação de 'Peso e Medida'. Muito bom. Abraço

Lucia Campos virtual disse...

Que legal, querida!
Lindo, mesmo...cultivemos nossos campos, nossas terras, com o denso e o sutil, compondo uma linda sinfonia em louvor ao Criador! É época de colheita e celebração. Festa!
Kisses

*Bya* disse...

Adorei rever... Quantos viajantes vagam sem pisar terra?
"Como que suspensos, pois pisar “parece” dor.
E a dor não esta no pisar terra. As dores são de marcas emocionais"...

Estamos a aprender no que é mais simples e mais natural da natureza, basta abrirmos os olhos e o coração. Que sempre há a Dor.
Cada um possui a pedrinhas e constroi o caminhos e els auxiliam...abrem...mostram quem esoclhe somos Nós.

Um abraço grande...
Obrigada por auxiliar no meu humilde espaço e neste processo...ocilante de emoções.

tereza ferraz disse...

Este escrito é bem antigo (1991), mas vale sempre.
Namaste!

Peregrina da Luz disse...

Tereza, talvez esta dor seja da crença da RELIGAÇÃO.
Será que estamos desligados?
Será que precisamos de religar?
Nunca estivemos desligado da Luz!
Verdadeiramente a ENTREGA é um de abrir-se totalmente como uma inocente criança. Muita Luz!

tereza ferraz disse...

Religar nossas corações: não! Estão sempre em sintonia.
Abraços!!