domingo, 22 de novembro de 2009

Amor



Ali sentada, aguardava sentido: Amanhecer...
No aqui o tempo parece lento, como por momento assim também me sinto.
Observando: ilhas, campo e códico.
E as energias tão fortes...leva-me a lembrança:
- Lá é Harmonia, sentido é o Imediato, onde tudo está inserindo na Razão Maior. 
Lembranças...

Razão Maior, diante da intensidade sentida Amor gera a possibilidade Real.
A realidade tridimensional, não condiz com o que, o coração sente.
A ação da realidade sentida está na Razão Maior. Não no provável e sim no possível.

Por tempos se espera o Meio de mudanças, o meio em cada um de nós.
Palavras averbadas e sendo compridas, através do Amor.
Quem sente, a semelhança, segue.
Quanto mais se sente, mais se amplia e expande.
Gerando uma maior capacidade do possível no Agora.
O campo não do provável, o campo do possível...


sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Nós


O que no campo colocar?
O nós.
Sem nos de pesos...
Simplesmente, nós... naturalmente: nós.
Consciência: corações acesos.

sábado, 7 de novembro de 2009

Aterrisso

Durante anos e anos, o estar coração...
No ritmo do pulsar entoando a canção.
Sem etapas e sim, movimento:
Chegar, entrar e estar.
O momento não altera o estar coração,
pois só através dele ocorrem os ajustes.
Ciente do potencial da energia.
Olhando o céu o Lá-Lar: Ali.
E no vazio:
Para ali estar, necessário estar inteiros no Cá.
Qual ave planava...o pouso só em praias ou florestas.
Na praia a referência ao Sol, nas florestas o despercebido.
A vontade rendida à TUA vontade.
As três forças: pensamento, emoção e palavras.
Submetidas a uma só, a TUA.
E eis campo.
A pergunta: o que colocarias?
A resposta de muitos: os elos dourados - Povo.
Mas para tal é necessário o Cá... ...Aterrisso.
Ar, fogo, água e terra e o quinto.
Com as forças-poderes em aliança com os elementos.
Dá a noção: somos o meio no qual existe a transformação.
Partes do Todo, dentro do campo, qual manto.
O emprego dentro de um único Propósito!
E no Campo...feito pelo propósito: Unidade em terra.

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Atravessou



Atravessou-se...

Uma caminhada de tempos,
pelo deserto foi para muitos,
alguns foi na floresta.
O cansaço é tamanho, mesmo se chegando ao lugar,
O corpo pede: descansar.
A vista enxerga o extenso campo.
E alguns vêem oásis.
Há silencio, o olhar se acostuma...

A mente toma consciência que antes da chegada, houve o vazio.
Ajuste feitos no vazio diante da própria energia coração.
Necessária a consciência do vazio e ajustes.
Para em si pegar os elementos, e dar-se conta do quinto.
Extenso campo...
Energia coração manifestada...